Gestão eficiente reduz gasto do poder público com o lixo

Cerca de 35 Toneladas de resíduos são produzidos todos os dias em Casimiro de Abreu. E você sabe para onde vai todo esse lixo? O trabalho é realizado em conjunto pelas Secretarias Municipais de Obras e Meio Ambiente. Uma é responsável pelo recolhimento nas residências e estabelecimentos comerciais. A outra, em dar um destino final ambientalmente adequado aos resíduos.

Após o recolhimento na cidade, todo o lixo urbano vai para a Unidade de Transbordo, na localidade do Ribeirão. De lá, segue em grandes carretas para a correta destinação no Aterro Sanitário devidamente licenciado pelo INEA (Instituto Estadual do Ambiente).

Gerindo os resíduos de forma responsável, conseguimos uma economia de R$ 139.912,56 reais aos cofres públicos, além de garantir um ambiente mais limpo e saudável na Unidade de Transbordo, evitando a contaminação do meio ambiente e preservando a saúde dos trabalhadores locais.

“Com uma rotina de controle e gestão adequada na Unidade de Transbordo, evitamos o acúmulo de resíduo no local e reduzimos o valor pago para sua disposição final no aterro. Em um ano, tivemos uma redução de 1.529,15 Ton de lixo encaminhados, o que significa cerca de 15% a menos de lixo que segue para o aterro, e uma economia de R$ 139.912,56 reais aos cofres públicos, ou seja 15% em relação ao valor pago no ano anterior”, ressaltou a engenheira sanitarista ambiental da Semmads, Thainá Domingues.

Pesquisar

Categorias

Notícias por Mês

Escolha o mês